/an/b/clô/comp/cri/esp/est/fit/int/jo/jp/lan/lang/lit/mod/mu/pol/pr0n/proj/tr/tv/$/34/irc/

Com a morte das imagens d

O backup de conteúdo do 55chan foi concluído e integrado às boards.

1511530382220.jpg1280x720154 KB
1280x720
VN2017-3.jpg4129x22394.5 MB
4129x2239
V2rec.jpg2300x22002.2 MB
2300x2200
Visual Novel Thread #2   No.72309
Com a morte das imagens da antiga thread, declaro essa a nova thread de VNs. Postem o que estão lendo, esperando ou empurrando com a barriga aqui.

Antiga thread: >>65802

Alguns links que podem ser úteis:
Database: https://vndb.org/
Recomendações básicas: http://animu-mango.wikia.com/wiki/VN_Recommendations
Nostalgic visual novels: https://tss.asenheim.org/
Outros: https://pastebin.com/UeMzznYG
  No. 72311
ClipboardImage.png700x441513 KB
700x441
Finalmente melhor fio!

Joguei as duas VNs de Utawarerumono no PS4: Mask of Deception e Mask of Truth. Peguei em promoção por 40 reais.

Sobre o jogo, não existem rotas, você apenas lê a história e nas lutas você joga batalhas de turno tático. Tem 3 jogos no total, todos eles tem pra PC e dois deles tem pra PS4. O primeiro jogo é um eroge e os outros dois são all ages. As versões de PS4 que joguei estavam em inglês e com vozes em japonês.

Altamente recomendado, a história é muito boa e os personagens são muito carismáticos. O gameplay é balanceado o suficiente pra divertir e não sobrecarregar a cabeça do jogador com informação.

A ordem pra entender corretamente a história seria:
Utawarerumono - PC 2002 (ou assistir sua adatapção em anime) > Utawarerumono: Mask of Deception > Utawarerumono: Mask of Truth.

Pode começar pelo Mask of Deception sem jogar o primeiro jogo ou assistir sua adaptação em anime. Porém é necessário fazer isso antes de jogar o Mask of Truth pois existem muitos personagens do primeiro que fazem parte da história nesse. Atualmente, acredito que a forma mais prática de acompanhar a história seria:
Mask of Deception > Anime do primeiro jogo > Mask of Truth.

Vem aí um remake do primeiro jogo pra PS4, então será possível trocar o anime pelo remake do primeiro jogo.

Download pra pc:
https://igg-games.com/?s=utawarerumono
  No. 72333
>>72311
A última Kinect Novel que li foi Umineko. Quantas horas de jogo, anão? Isso aí tá no meu backlog há anos.
  No. 72341
>>72333
Eu nunca fui de prestar muita atenção nesse tipo de coisa, mas pelo que pesquisei aqui, umas 80~100 horas os dois jogos que mencionei + um anime de 24 episódios (cerca de 8 horas).

Sugiro que não fique olhando esse tipo de coisa pra não acabar se desmotivando. Só relaxe e vá consumindo o jogo.
  No. 72357
1420853642014.png570x669286 KB
570x669
>>72341
>desmotivando
Eu fico desmotivado é com animes que são em média só 5 horas chegando, no máximo, a 10.

Vou ler essa porra.
  No. 72466
image.jpeg200x20020 KB
200x200
Estou atualmente jogando os Jogos Nonários, após a decepção que tive com Danganronpa franquia overrated do caralho tive que pegar um gostinho dessa outra franquia da Chunsoft. Na realidade, estou dando uma segunda passada na série Zero Escape, 999 era um dos meus jogos preferidos do DS e, quando joguei VLR, em 2014, tomei ele como uma das melhores histórias que já havia lido na vida até então. Era um jogo assim tão bom.

Estou um pouco apreensivo, na minha revisitação de Zelda Twilight Princess percebi que o jogo não era tudo isso o que eu julgava, estou com medo da mesma coisa acontecer, apesar de ser bastante improvável, visto que o plot dessa franquia é muito bom.
  No. 73495
1476524238348.jpg744x521235 KB
744x521
Screenshot from 2020-05-02….png1024x6371 MB
1024x637
Vale eroges? Li o relatado com a bunda, mais especificamente com a cabeça do pau, vou tentar ler de novo pra ver se dá pra aproveitar algo que não fique monótono depois da primeira punheta.
  No. 73497
>>73495
>Li o relatado com a bunda
Isso ficou um pouco estranho, se não era sua intenção.
  No. 73598
__kirigiri_kyouko_danganro….png2854x40403 MB
2854x4040
>>72466
Por que achou overrated, anão? Sem dar spoilers, por favor.
Eu estou jogando danganronpa 2 e estou no primeiro trial ainda. Terminei o 1 ontem. É bem divertido, não joguei antes porque o design dos personagens me deixava de pé atrás, mas acabei gostando.

Ainda tem bastante vn que quero ler, sempre me falta brio para começar, mas quando começo, passo o dia inteiro lendo.
  No. 73617
images (1).jpeg467x31520 KB
467x315
>>73598
Não se engane, Danga 1 é um jogo sólido fora algumas coisas difíceis de engolir hackear os sinais de televisão que estão no ar e uma IA totalmente funcional programada do nada em um computador low end. Por mim o maior problema é o fato do 2 tentar fazer uma história complexa demais. O último trial foi infodump atrás de infodump, já estava tão cansado que empurrei o jogo com a barriga. Não se engane, é um bom jogo também que melhora vários aspetos do seu antecessor, mas eu só não consigo engolir a progressão da história.

Parte do meu desgosto se dá pela fanbase dessa franquia, metade é fujoshi frequentadora de Tumblr que fica shippando os personagens e essa foi a única VN que jogaram em suas vidas. Outra parte porque o jogo se fundamenta no shock value das cenas ao mesmo tempo que há fanservice, não contrasta nem um pouco bem.

>não joguei antes porque o design dos personagens me deixava de pé

Sempre achei o estilo da arte kino e foi isso um dos fatores que me levou a jogar a franquia.

Meat on the Bone.
  No. 73633
>>73617
Entendo. Sinceramente, o segundo jogo não está me agradando tanto. O primeiro eu joguei com entusiasmo e não acessei o chan por nenhum momento até terminar, passava o dia inteiro jogando, mas este não me prendeu tanto. O primeiro caso foi legal, até. Não acho que há shock value, anão. Bom, pelo menos não até agora, o que teve mais de "pesado" foi a morte da Chihiro.

Não conheço nada da fanbase, então pra mim não faz diferença.
  No. 73647
ClipboardImage.png1209x6411 MB
1209x641
Terminei MuvLuv alternative.
  No. 73655
>>73647
Muv Luv é overrated como a foda. Dropei na metade do Alternative.
  No. 73663
1431827587716.png622x342266 KB
622x342
>>73647
>>73655
Caralho, como eu amo MuvLuv! Amo o mundo criado em MuvLuv, não os LN. Uma puta história que podia não ter fim como Resident Evil, mas não aproveitaram nada!!! Um apocalipse que ficam lá, como se fosse nada e ninguém fazendo nada, só se defendendo. Vi o anime até a metadeou menos, depois dropei. ficaram de fã service slice of life, os porra estão morrendo e ficam lá de romance, uma bosta.
  No. 73664
>>73663
Você leu a VN? Normalmente adaptação de VN é uma merda mesmo.
  No. 73916
20150402_001548.jpg1600x1200385 KB
1600x1200
O que vocês acharam de Saya no Uta?
  No. 73926
>>73916
Foi minha primeira VN. Me identifiquei metaforicamente com o Fuminori, me sentia um danificado que via tudo como uma completa merda e não conseguia me relacionar com as "pessoas normais". Mas jorgice à parte, é uma ótima VN, os desenhos são legais, a plot é boa e as H-scenes são fapáveis. Há quem diga que cenas sexuais são desnecessárias e são só elemento apelativo pra punheteiros, mas acho que a história de Saya no Uta não seria o mesmo sem esse componente.
  No. 73941
Terminei Making Lovers. Sugestões de jogos na mesma vibe?
  No. 73969
>>73916
É uma das melhores obras do gênero. Concisa porém mais impactante que um F/SN da vida.
  No. 73989
556782.jpeg1663x1109355 KB
1663x1109
Não sei por que muitos anões do /b/ odeiam Fate, duas vezes fizeram um fio e por mais que tivesse uma discussão maneira sempre tem um que em todo fio ele spoilava a porra toda.
  No. 74039
>>73989
Não sei se posso falar por outros, mas eu costumo responder nessas threads e a VN original do Fate Stay/Night foi uma das minhas preferidas quando eu li. O que me enche de repulsa é todo o resto. Fate Zero é até aceitável, mas os jogos de Gacha, Shirou do universo alternativo que é adotado pelo Kotomine, recolors da Sakura e da Rin com nomes diferentes e a transformação de tantas e tantas figuras históricas em garotinhas com poderzinho… Não consigo suportar. E pensando nisso, apesar de a série original ser ótima, o que é a Saber senão uma figura histórica transformada em depósito só por fanservice? Mas não sei por que caralho, tu podes até chamar de hipocrisia, mas não consigo ter por Fate Stay/Night o mesmo desprezo que eu guardo pelo universo da franquia.
  No. 74041
>>74040
Verdade, caguei aí. Figura lendária, então, anão. Mas tens algo mais a contribuir? Espero realmente que você não vá implicar que
>não tem nenhuma prova que o Rei Arthur existiu, logo ele pode muito bem ter sido uma depósito com pinto mágico
  No. 74046
Kiritsugu4.png512x724570 KB
512x724
>>73989
Não só os anões do bê, como vários animefags em geral têm uma impressão ruim de Fate ou porque assistiram alguma adaptação tosca (somente Fate/Zero se salva, talvez a trilogia HF também) ou porque acha que a franquia veio de um eroge.

>>74039
>Gacha
Aí está o erro. Por mais que esse gacha aí pareça ter uma história interessante eu simplesmente não dou uma foda, pra mim Fate se resume à VN e a adaptação de Fate/Zero, que particularmente acho 10/10.
>Saber senão uma figura histórica transformada em depósito só por fanservice
Raros são os fanservices (que são feitos para aliviarem a tensão da história), a Saber 95% do tempo é retratada como uma nobre guerreira com um semblante sério. Não é porque ela é uma mulher que automaticamente se torna fanservice. Originalmente o protagonista deveria ser mulher e a Saber deveria ser homem, mas acabaram mudando isso. Se ficou curioso pesquise por Fate/Prototype.
>transformação de tantas e tantas figuras históricas em garotinhas com poderzinho
Aqui é onde está o real fanservice, os heróis viraram personagens moe genéricos. Na visual novel nenhum herói é retratado dessa forma, a relação mestre-servo e a fodendo guerra são coisas levada a sério.
  No. 74048
eu após jogar 999.jpg1366x768177 KB
1366x768
it was me.jpg1366x768166 KB
1366x768
>>72466
Caralho, comecei e demorei pra terminar, a culpa foi minha por ter pausado o 999 perto do final por alguns meses, por pura preguiça de terminar. 999 não era tudo aqui que eu me lembrava, é um jogo bom, um puzzle ou outro com resolução idiota. Foi um dos meus primeiros jogos de mistério com um enredo sólido que joguei, então ele ficou marcado em mim. Eu era jovem na época e aprendi sobre vários conceitos novos, como hexadecimal, eram coisas que me deixavam fascinado. Mas, hoje em dia, creio que 999 não me iria me entreter tanto assim.

Já VLR, meua migo… eu me lembro como se fosse ontem: minha mãe trazendo dos correios a minha cópia física que eu havia encomendado da PlayAsia (comprar internacionalmente era mais barato na época), havia me custado 86 reais mas acabou que a alfândega taxou e eu paguei o dobro, além de ficar parado dois fodendo meses na receita federal de Curitiba. Melhores 170 reais da minha vida. Foi a primeira coisa que me fez ficar acordado até as duas da manhã para ficar jogando, nunca tinha ficado acordado até tarde assim aos 14 anos.

Fechei novamente após todos esses anos e eu posso afirmar sem medo que VLR é uma das melhores histórias de ficção científica já criadas, deixando até mesmo Steins;Gate no chinelo. Kotaro Uchikoshi, eu te amo.
  No. 74087
ClipboardImage.png645x9001.3 MB
645x900
ClipboardImage.png840x12002.3 MB
840x1200
ClipboardImage.png800x300209 KB
800x300
ClipboardImage.png1280x7202.4 MB
1280x720
>>74039
>>74042
>>74046
FGO tem uma história boa, Camelot e Babylonia são 10/10. As últimas Lostbelts foram no mesmo nível. Kirschtaria não merecia o que aconteceu.
  No. 74097
>>74087
Não tenho saco de ter que grindar essa merda, caçar duzentos pokémons e ainda por cima montar time. Nasu é um judeu de merda por focar só em gacha enquanto Tsukihime 2 continua só um sonho. As light novels são as únicas que ainda me mantém interessado na franquia.
  No. 74098
>>74097
O jogo é fácil, anão. Dá pra completar a parte 1 em um dia com a ajuda dos servos de outros players. Kek.
  No. 74204
>>73989
Terminei Fate e amei, mas não to muito motivado a continuar com UBW. Algum anão pra me incentivar?
  No. 74209
>>74204
Se você gostou da rota da Saber, a UBW vai explodir sua cabeça. Dá mesmo um cansaço, e parece que nada vai ser tão foda, mas acredite em mim, é foda demais. É uma história diferente que vai "abrir" outros personagens e situações de uma maneira inesperada. Mas a melhor rota pra mim é a Heaven's Feel. Porra, não tem como falar sobre sem dar spoiler, jogue essa merda, anão, com mil diabos.
  No. 74210
>>74209
O Emiya continua com esse papo de muh mulher fraca eu tenho que protege-las? Eu achava isso um porre, kek. Quase toda mulher lá metia a rola dura na cara dele e o bicho ficava querendo proteger elas..
  No. 74240
>>74210
Talvez continue, talvez não, mas F/SN é uma VN de 2004, mais de 15 anos atrás, anão. Pode ser uma trope bastante gasta hoje em dia, talvez por isso você não suporte tanto assim, mas mesmo assim isso talvez se volte contra ele, não sei. Mas leia a novel como um produto do seu tempo, de certa forma. É retardado o frangote do Shirou querer proteger a mãefodendo Saber do Berserk? É, sim, mas é o que faz do Shirou o Shirou.
  No. 74242
>>74240
>implicando

VN é o principal produto para um anão pois é onde o japones pode escancarar sua visão sobre as vagabundas. Isso é uma caracteristica que existe até hoje, não é exclusiva de F/SN.

Mas eu ja to jogando UBW.
  No. 74321
TBZR-646.jpg500x509117 KB
500x509
Vou começar Otome Domain.
>MC faz crossdress e entra numa escola só de garotas

Parece interessante, o jogo já começa com uma das garotas fazendo xixi numa garrafa pet por preguiça de ir ao banheiro.
  No. 74485
Never7 13.07.2020.png800x6001 MB
800x600
Decidi finalmente adentrar no universo Infinity. Estou começando pelo Never7 e está sendo bem comfy até agora, faz tempo que eu não jogava algo mais pro lado slice of life. Mal comecei e a Yuka já está se provando como melhor garota, também quero saber qual é a da Haruka autismo/depressão?.

Rodar essa merda com som é uma fodendo gambiarra.
  No. 75236
ClipboardImage.png1366x7682.4 MB
1366x768
>>74485
Essa VN deixou um gosto amargo na minha boca, não porque eu esperava mais elementos sci-fi ou algo do tipo, mas pela repetitividade das cenas. Toda rota tem que reviver as mesmas cenas, foi muito cansativo. Outra coisa é o conflito de cada rota, acontece algo ruim, protagonista precisa reconciliar, fora que os conflitos são desinteressantes dentre eles dois fodendo atropelamentos genéricos. Basicamente só duas rotas prestam, a da Yuka, que normalmente é a primeira rota, e a da Izumi, que é a última rota, o resto pode ir pro fundo da lata de lixo. Eu iria começar Ever17, mas… A música de abertura do Sempre17 é do caralho.

Depois de eu tanto ver Umineko ser postado por aí, sobretudo no 4falhas, decidi jogar. Mas como tenho eu tenho um toc que não me permite começar a acompanhar uma obra sem ser pelo absoluto início, decidi começar com Higurashi Quando Eles Choram. Está sendo um porre baixar estas duas VNs, é tanta versão, tantos remakes que eu fico perdido. Baixei essa versão do nyaa, creio que seja a versão da Steam, com sprites refeitos e voice acting, estou gostando, joguei muito poucas VNs com esse estilo mais "moderno" com interfaces melhores, a maior parte das VNs é de 2005~ e tem aquele ar de software datado.

Vamos lá, nunca joguei uma VN episódica. Ouvi falar que Umineko é totalmente linear, me pergunto se esta aqui também é.
  No. 75237
>>75236
>Mas como tenho eu tenho um toc que não me permite começar a acompanhar uma obra sem ser pelo absoluto início, decidi começar com Higurashi Quando Eles Choram
Você sabe que Umineko não é continuação de Higurashi, certo, anãozinho? Não precisa ter lido Higurashi pra entender o que acontece em Seacats.
  No. 75238
>>75237
Mas o universos são ligados de alguma forma, não? Também sofro desse toc e essa é a principal razão para eu nunca ter lido Umineko até hoje.
  No. 75239
20200811234820_1.jpg1366x768289 KB
1366x768
É meio gozado eu terminar o capítulo 1 desse jogo, sendo que ele também é o capítulo 1. Como que uma VN bem fofinha e engraçadinha dessas vira algo sanguinolento? Me lembra até DDLC.

>>75237
Eu sei sim, mas é que quando eu entro na vndb para ver Umineko e vejo lá escrito When They Cry 3 meu coração não aguenta. Eu não sei, acho que fico incomodado porque se eu não fizer do jeito que faço, sinto que estaria perdendo alguma coisa da obra, não estaria apreciando por completo. Mesma coisa aconteceu ali em cima, comecei Infinity pelo Never7 (que todo mundo diz que não é lá essas coisas) ao invés do Ever17. Aí eu termino as coisas do meu jeito e eu vejo que realmente não era nada demais. Eu não tenho salvação.

>>75238
Interessante encontrar outro anão que pensa como eu. Eu interpreto isso como se fosse uma espécie de perfeccionismo da nossa parte. Eu também adio algumas leituras pelo mesmo motivo, somado ao fato de ter que procurar a ordem para se começar uma franquia. É como querer ver Fate mas quando você vê a quantidade de obras você desanima porque é muita coisa e/ou não sabe por onde começar.
  No. 75455
20200818001911_1.jpg1366x768290 KB
1366x768
20200819005055_1.jpg1366x768236 KB
1366x768
20200812131126_1.jpg1366x768198 KB
1366x768
>>75239
Aqui. Não pretendia relatar tão cedo, na realidade, pretendia dar minha opinião só quando eu tivesse lido toda a vn, no entanto decidi vir aqui logo após terminar o capítulo 2 pois aconteceu muita coisa.

É uma ótima vn, os personagens principais são todos interessantes, não tem como não se apaixonar pelo trio Rena, Mion e Satoko (a Rika considero um pouco desinteressante), as partes slice of life são divertidíssimas. Fiquei sem entender qual é a dessa modalidade de storytelling, capítulos que não são ligados diretamente mas tendo a história sobreposta. Aí eu percebi que cada capítulo é basicamente uma rota, talvez o último capítulo seja a true ending, não sei. Isso tirou um pouco impacto do final do capítulo 1 com o Keiichi morrendo, eu havia ficado perplexo, como pode o protagonista morrer logo no capítulo 1? Bolei inúmeras teorias aí percebi que provavelmente ele não vai morrer no último capítulo. Well…

Caralho. C-A-R-A-L-H-O. Esses fodendo últimos capítulos de cada parte. A vn tem um buildup bastante demorado, dando a impressão que a história está se arrastando em alguns momentos, mas em todo último capítulo a merda pega a real e acontecem coisas surpreendentes, valendo a pena todo o tempo investido. Quando eu penso que vai acontecer algo à lá filme de terror genérico minhas expectativas são esmagadas com mistérios e mais mistérios, estou adorando. Devo ter demorado cerca de 15 horas com cada capítulo, e ainda faltam os outros seis, é coisa pra caralho, estou me perguntando se a vn vai manter o nível destes dois primeiros capítulos, ainda mais agora, que o capítulo 2 revelou bastante coisa as garotas estão sendo possuídas, a culpa toda era da Mion.

Como eu estou gostando dessas garotas, anões. A Rena sofreu um tanto de flanderização no começo do capítulo 2, mas ela teve vários momentos em que ela foi baseadíssima, toda hora ajudando Keiichi com seus problemas. A Mion é a minha personagem preferida, adoro o jeito dela. Por quê? Por quê que ela tem que ser a vilã? Ainda estou mal por causa das revelações do capítulo 2. Tive uma má impressão da Satoko por conta do começo do capítulo 1, mas agora essa pirralha está crescendo em mim. Ela não entendeu as piadas com conotação sexual que fizeram no capítulo 2, Satoko é uma boa garota, uma boa garota! E a Rika… eu tenho uma teoria idiota de que ela é, na realidade, um menino, ela usa "boku" e é mostrada como sendo extremamente feminina, enormes red flags. Provavelmente não é.

Que a true ending não dê um desfecho cruel para elas. Hau, quero levar todas elas pra casa ~.
  No. 75622

Alguém aqui já jogou Kara no Shoujo?
Estou muito curioso sobre este jogo, mas não sei se devo jogar, pois joguei a trial e já fiquei cheio de fodas na cabeça. Gostaria de saber se o jogo é só gorezinho pra chamar atenção ou tem história boa mesmo. Não tenho fetiche de ver garotinha sofrer, mas se for pela história boa, eu faço uma forcinha.

Não leia o comentário do vídeo. Tem spoiler.

Youtube embed

  No. 75629
>>75622
Já joguei, mas não joguei tudo. A história é boa, mas tem muito bad ending, muito mesmo. Foi por isso que desisti de jogar, só dava pra continuar com um walktrough do lado, e pra mim isso era imprático.
  No. 75632
>>75629
>>75629
Entendi. Pra mim não tem problema em jogar com walkthough do lado. Vou dar uma jogada e ver se aguento o jogo. Sou bichona para joguinhos depressivos.
  No. 75645
ClipboardImage.png1920x10803.1 MB
1920x1080
>>75455
Que bom que você está gostando tanto, anão. Fique longe da wikia ou qualquer coisa que possa te dar spoilers, tem muita coisa que vai te deixar embasbacado ainda e que é bem melhor você ver em primeira mão pela novel.
Só assisti o animu há uns bons anos e sempre ouvi que ele era uma adaptação bem fraca a ponto de ter um arco original feito a pedido do autor para trazer algumas informações importantes que ficaram de fora nos arcos anteriores.
Pretendo começar a ler a VN em breve porém não me decidi por qual versão optar. Estou com a versão da Manga Gamer baixada aqui (sem voice acting, com os sprites antigos e cara de software datado), porém estou com medo dela ter alguma censura no texto (não censuraram as piadinhas sexuais logo no começo, mas temo pela censura da violência). Essa versão que você está lendo parece se a modificada pela 7th mod. O bom dela é que garante que não terá censura alguma, porém sinto que o visual datado faz parte do charme da narrativa. Vou pesquisar melhor as diferenças entre elas até eu me decidir. Se algum anão entendedor quiser dar sua opinião sobre qual versão traz a melhor experiência, eu agradeço.
  No. 75660
20200830234626_1.jpg1366x768294 KB
1366x768
20200831002250_1.jpg1366x768322 KB
1366x768
20200831010931_1.jpg1366x768311 KB
1366x768
>>75645
Estou tentando escapar dos spoilers. É difícil ver a general da 07th Expansion e threads aleatórias de Higurashi no /jp/ e não ter vontade de clicar. Por sorte Higurashi é bem desconhecido até, então não tem muito risco. Infelizmente fui checar a thread antiga de VNs e acabei relembrando um possível spoiler que eu havia esquecido de Umineko. Acho que não é grande coisa, mas ainda estou incomodado e minha mente fica martelando o spoiler na minha consciência.

Anão, eu diria que a versão definitiva realmente é a versão do 7th Mod. O voice acting é ótimo e o character design dos novos sprites é lindíssimo, você vai estar perdendo se jogar a versão das mãos de alface. Eu baixei pelo a versão que estou jogando pelo nyaa, se quiser o link está aí. Por algum motivo não tem o último capítulo, mas a novel é grande o suficiente pra dar tempo para procurar o último capítulo por fora.

https://nyaa.si/view/1170892
  No. 75661
HBqqUpj.png976x465406 KB
976x465
ClipboardImage.png544x416375 KB
544x416
ClipboardImage.png544x416441 KB
544x416
ClipboardImage.png544x416304 KB
544x416
Lançou o primeiro capítulo do maior crossover de todos os tempos. Isso começou como um shitpost até que acabaram por decidir criar o jogo. Porra, olha só esse cast! Como não querer jogar um negócio desses?

https://rpgmaker.net/games/9085/
  No. 75662
>>75661
>esse dev filho da puta que colocou o nome da melhor garota de "Bacon"
Espero que morra.
  No. 75667
throwing up homer.png640x480455 KB
640x480
throwing up homer.png640x480455 KB
640x480
throwing up homer.png640x480455 KB
640x480
>>75661
  No. 75686
136795420392.png1360x768749 KB
1360x768
>>75661
Desculpe, anão, mas parece ser uma bosta.
Não jogaria.
  No. 75720
殻ノ少女_HD_bWNXmbQr0V.jpg1876x1080324 KB
1876x1080
殻ノ少女_HD_wjuGeI9EZn.jpg1879x1080274 KB
1879x1080
殻ノ少女_HD_bcMOj49H8t.png1897x10801.2 MB
1897x1080
Terminei Kara no Shoujo.
A arte me parece ser muito boa para um jogo de 2008. Como é remastered, pode ser que tenha fixado um pouco, mas mesmo assim me pareceu muito bom. Fui olhar umas CG da segunda parte e está melhor ainda.

A música então nem se fala. Foi a main theme que me motivou a começar quando eu dei uma pesquisada sobre o jogo. Boa demais.

A história é bem legal também. Ficava horas e horas jogando e nem via o tempo passar. Mas parece que ficou faltando algumas parte. Talvez é por isso que tem o episódio 2 lançado e o 3 no final desse ano. As cenas de gore era foda de ler, mas era rapidinho e dava pra aguentar.

Já peguei a segunda parte e vou começar ler.
  No. 75737
Nigga kawaii.png400x450201 KB
400x450
>>75722
Sim, sou eu.
Não sou NEET, mas o tempo que fiquei em casa, fiquei lendo a VN com a walkthrough do lado. Como eu disse lá em cima, eu gostei bastante da história, então consegui ficar horas e horas lendo. Deu quase 24 horas de jogos pra mim.
Teve 3 endings de 15 que eu ignorei porque eu acho que não era tão importante.
  No. 76075
20200903215630_1.jpg1366x768311 KB
1366x768
20200912010116_1.jpg1366x768281 KB
1366x768
20200922170814_1.jpg1366x768309 KB
1366x768
>>75455
E lá vamos nós novamente. Terminei ontem o capítulo 5, Meakashi, hora de relatar minha experiência e dar minha opinião insignificante sobre os capítulos 3-5.

O capítulo 3, Tatarigoroshi, foi o melhor até agora, puta que pariu, que final, que final. São mistérios em cima de mistérios, com mais mistérios ao lado. Eu digo o seguinte: mesmo se eu me decepcionar por algum motivo nos Answers Arcs, os mistérios até aqui foram tão bem, mas tão bem construídos que já valeu a leitura da obra. É assim tão bom.

O capítulo 4, Himatsubushi, não foi muita coisa, até porque originalmente o último Question Arc deveria ser o capítulo 3, mas foi uma boa mudança de ritmo vendo a história em uma outra época e com os olhos de um novo protagonista. Será que ele terá alguma relevância nos próximos capítulos?

Já o primeiro capítulo resposta, Meakashi, eu não achei lá essas coisas. Estou lurkando em um forum com generals spoiler-free depois de ler cada capítulo e vejo vários dizendo que Meakashi é o capítulo preferido deles. A história desse capítulo por vezes se tornou tediosa, repetiram várias vezes as possibilidades da maldição de Oyashiro-sama e sobre o que aconteceu com as vítimas, além de ser uma recontagem dos acontecimentos do capítulo 2. O capítulo final mais uma vez salvou. O principal plot twist foi interessante, só que a história se arrasta ficando um pouco chato. Estou feliz e triste ao mesmo tempo com o final, eu particularmente não era fã da Shion e gostava da Mion, mas depois desse capítulo a Mion realmente não era do mal, mas puta que pariu, agora eu realmente odeio essa vagabunda da Shion, ela fez a minha esposa Sonozaki Mion e todos os outros sofrerem tanto por conta de ser egocêntrica. A bad end é particularmente bem triste, a Mion aos poucos se recupera de todo o trauma apenas para ver o Keiichi morrendo. AAAAAAHHHHHHHHHHHH. O Satoshi é bem fofinho e superior ao Keiichi.

O jogo te estimula várias vezes a escolher um lado, ou ser peoplefag ou ser cursefag, dentre os dois eu sou cursefag, mas creio que na realidade a história é uma mistura dos dois. Ryukishi07 fez um puta trabalho abrindo várias possibilidades para se interpretar a história das duas formas. Agora, quem diabos será o mastermind disso tudo? Eu realmente não tenho ideia. Implicando que não seja a Chie-sensei e a maldição não seja apenas matar quem fala mal de curry. E-eu realmente acho que isso seja uma possibilidade. Eu gosto bastante do Kantoku (Coach/Irie), mas depois do texto cifrado do final de Tatarigoroshi que diz que ele pode não ser tão bom assim, estou meio triste. Talvez seja ele que tenha acesso às drogas usadas nas seringas. O que diabos aquele suicídio dele?

Como foi dito em uma das partes extras do jogo, o ápice da obra é o final dos Questions Arcs pois é o momento onde há a maior quantidade de mistérios e você pode fazer livremente suas teorias. O próximo relato será o meu último, eu particularmente estou com boas expectativas dos próximos capítulos.
  No. 76512
虚ノ少女_RE_4FO4MfTsIq.jpg1855x1080164 KB
1855x1080
虚ノ少女_RE_r0TRplcMkF.jpg1846x1080143 KB
1846x1080
虚ノ少女_RE_fiWHG3zqkY.jpg1849x1080194 KB
1849x1080
Demorei uma caralhada de tempo pra terminar o segundo episódio de Kara no Shoujo. Além de mais longo, o começo estava meio lento, então não estava me motivando a ler, tipo, 5 horas no dia como no primeiro episódio.

Excelente, sem dúvidas um dos melhores jogos que já joguei. Não irei ficar relatando muito o que achei das partes do jogo inteiro porque provavelmente só eu que li e ninguém liga.

Eu achava que esse segundo episódio estava fraco nos sentimentos, pois no primeiro episódio, algumas amigas bem próximas da irmã começa a morrer e dá um desespero e, pra ajudar, a main heroine é raptada e o jogo termina sem salva-la. Mas quando cheguei no final segundo episódio, arregaçou o meu coração e vou precisar jogar algum jogo moe cheio de garotinha fofas para me curar dessa porra.

O estilo da arte é lindo demais. Todos os CGs são excelentes. A música então nem se fala. Ouço as OSTs fora do jogo de tão bom que é. Baseada Manyo.
Meu favorito. https://www.youtube.com/watch?v=-wmBOxSxqVk


Estou preparado para o último capítulo que sairá em dezembro desse ano.
  No. 76513
1573665205623.png1456x13121.2 MB
1456x1312
>>76512
Terminei esse jogo recentemente e estou puto porque vai demorar uns 3 anos pra traduzirem o terceiro jogo.
Nunca imaginava que aquele bebê poderia ser filho dele. Caralho o Reiji só se fode, vai tomar no cu
  No. 76514
1375475877057.png207x16124 KB
207x161
>>76513
Minha cabeça começou a encher de fodas com a Nanako contando que a mãe do bebê que ela cuidava estava muito fraca quando a teve, mas o Naori manteve ela viva só pra poder ter o parto e depois faleceu. Na hora imaginei que era a Touko e lembrei que o bebê só parava de chorar nos braços do Reiji e Yukari.

Pica relatada será eu pelo menos uma semana tentando dormir.
  No. 76515
1548006314322-0.jpg358x35814 KB
358x358
>>76075
Até que parte os animes e ovas foram? Teve muita coisa deixada de lado? Devido a versão alternativa/continuação, resolvi ver o anime antigo. Fiquei surpreso com a história. Achei que seria uma mistura de moe + gore/jorgismo com um enredo medíocre. Estava pensando em comprar na Steam mas achei caro demais. Insano dar 100 reais numa vn.
  No. 76517
16.png1280x7201.2 MB
1280x720
>>76515
A vn trata melhor muitos detalhes relacionados aos desenvolvimento dos personagens, tem uma melhor interação entre eles e explica alguns mistérios que o anime simplesmente ignorou. Tirando esses detalhes (que acredito que melhoram muito a experiência), o anime consegue adaptar o principal.
Sobre os jogos na steam, eles são bem longos, então eu diria que o preço por hora está ok. Mas sempre é possível esperar uma promoção ou usar um torrent.
  No. 76519
>>76517
Dependendo do preço, tentarei comprar na sale do final de ano. Aliás, se você comprou na Steam, são apenas os 7 capítulos originais ou a série completa que está a venda?
  No. 76521
ClipboardImage.png1280x7201.7 MB
1280x720
>>76519
Os 8 capítulos originais são toda a história. As outras coisas são extras.
O capítulo 1 é gratuito, por isso não está no bundle.
Os capítulos 1 ao 4 são o Higurashi no Naku Koro ni (https://vndb.org/v67) e o resto é o kai (https://vndb.org/v68).
  No. 76524
1590006117478-4.gif500x364983 KB
500x364
>>76521
Colocarei na minha lista da Steam.
  No. 76560
20200925170421_1.jpg1366x768288 KB
1366x768
20201003191002_1.jpg1366x768248 KB
1366x768
20201025023325_1.jpg1920x1080398 KB
1920x1080
20201025104747_1.jpg1920x1080339 KB
1920x1080
>>76075
Wild, wild long ride. tl;dr os primeiros três capítulos são kino, depois disso o nível da obra vai decaindo aos poucos. Eu diria que o principal problema de Higurashi é usar a Navalha de Ockham para os mistérios, eu realmente esperava algo a mais, algo bombástico, mas as respostas foram apenas conceitos bem simples, sem nenhum plottwist.

Hnnnnng, ratear as garotas é difícil, são todas muito amáveis e dariam ótimas esposas. Mion é uma ótima tomboy, é impossível não querer abraçar bem forte e não largar mais a Rena, todos nós queremos proteger a Satoko (ela usa Watakushi, fofo!), a Shion é do Satoshi e a Rika é gay pela amiguinha dela. Mion > Rena > Satoko > Shion > Rika.

Tsumihoroboshi (sexto) foi um capítulo muito bom, introduzindo um dos principais conceitos de Higurashi: a amizade e o conceito de ter confiança nos outros. É uma história bem bonita, mostrando o passado do Keiichi e da Rena, no entanto, algumas coisas me fazem ficar com o pé atrás: a maldição de Oyashiro-sama, o maior mistério da novel praticamente explicado nesse capítulo, sendo que ainda tem outros dois pela frente. A última seção foi longa até demais para o meu gosto. Um plus é o fanservice das outfits das garotas em Angel Mort. Meu coração não aguenta uma Satoko empregada.

Minagoroshi (sétimo) começa inusitadamente, explicando as regras que regem o universo e o background da Rika. Esse foi o capítulo mais cansativo até então, como é o capítulo de resposta para o Tatarigoroshi (terceiro) o foco se deu para resolver o problema da Satoko. E como essa plotline demorou… Quatro dias de fodendo protestos, um dia in-game é bastante demorado. Fora isso, foram dadas as respostas dos principais mistérios, o que é bastante estranho, já que tem outro capítulo pela frente.

O principal conceito da obra é introduzido em Matsuribayashi (oitavo): acreditar. Acreditar para superar as dificuldades e até mesmo realizar milagres. O flashback foi bastante interessante, expandindo a visão política por trás de todo o projeto da clínica. O forte de Matsuribayashi é a parte de conectar fragmentos, cada um deles dá aprofunda e termina o arco de cada um dos personagens, revelando motivos de cada um. Depois disso, o capítulo se mantém até a batalha final, que sinceramente, foi um fiasco. Akasaka foi introduzido sendo um completo Gary Stu e age da mesma forma no capítulo final, solando todo mundo, e ainda por cima é por causa dele que o Ooishi não tem momentos mábunda igual no capítulo 4! Não, a parte da delegacia não conta. É difícil engolir que o grupinho de amigos conseguiu solar toda a organização paramilitar com armadilhas da Satoko. A desculpa dada é que "hurr durr eles são só um esquadrão de inteligência e não conhecem o terreno". Uma chuva de Deus ex Machina e conceitos idiotas Hanyuu se materializando? Por que ela não fez isso antes? Ela tem o poder de parar uma fodendo bala no final, não consigo engolir isso. E nem se fala da Takano, que foi o tempo todo manipulada por uma vilã inexistente na história. O final foi tão aberto que ainda estou boquiaberto com ele. Digo, eles resolveram o conflito que já estava evidenciado desde o capítulo passado, mas e depois disso? Fim da novel.
  No. 76562
ange.jpg640x480138 KB
640x480
truth.jpg640x48045 KB
640x480
>>76560
>navalha de Ockham
Não li a VN. Do Ryukishi, só li Umineko e Higanbana, mas simplesmente adoro esses conceitos que a gente aprende lendo a série. Essa do Ockham provavelmente foi usada em Umineko, apesar de não lembrar muito bem. Lembro mais das séries de paradoxos lógicos que as bruxas explicavam para demonstrar o raciocínio dos mistérios, e não vejo algo mal nisso. A aplicabilidade desses conceitos na história era até que inteligente.

>O principal conceito da obra é introduzido em Matsuribayashi (oitavo): acreditar.

Engraçado que eu poderia dizer o mesmo de Umineko. Iria mais longe e diria até que esse é mais o caso de Umineko do que de Higurashi, pelo menos no caso de Umineko isso me parece mais caro, já que há todo um conflito entre mistério e fantasia, razão e magia, que só encontra conciliação no argumento da fé e das múltiplas possibilidades de interpretação. Acho que até hoje ninguém resolveu de verdade o que aconteceu nos 4 primeiro episódios, embora você tem lá o 7º, que supostamente é a verdade (afora também o detalhe que a personagem da Bernkastel encapsula essa coisa dos milagres, ela que é a bruxa dos milagres). Legal pensar que isso talvez seja um tema recorrente na série No Naku Koro Ni. E será que veremos esse tipo de coisa em Ciconia (ainda não li, então pode ser que sim)?
  No. 76563
1604152193428.jpg350x46634 KB
350x466
20201025111406_1.jpg1920x1080107 KB
1920x1080
>>76562
>navalha de Ockham
Na verdade isso não é dito e nem implicado em nenhum momento na história, foi simplesmente a impressão que tive ao ver a resolução dos mistérios. Segunda imagem fortemente relatada. Mas fico feliz em saber que Umineko foca um pouco mais na resolução dos mistérios, não é a toa que vejo ocasionalmente recomendações de Umineko em fóruns de Ace Attorney e Zero Escape.
>adoro esses conceitos que a gente aprende lendo a série
Algo parecido acontece com Steins;Gate, metade da diversão vem com as conversas sobre temas científicos para aprender os conceitos usados na história.

Comecei a ler Umineko essa semana. Confesso que perdi duro quando vi que Sean Connery era a cara do Kinzo. Estou esperando uma história muito boa pelo tanto que falam dessa vn por aí, sempre quando dou uma passada no /v/ tem alguém postando com um print da novel. Demorei dois meses e meio com Higurashi, já estou com quase dez horas no primeiro capítulo e não cheguei nem na metade jogar apenas de madrugada não ajuda, estou vendo que vai demorar. Mas vai valer a pena, tenho certeza.
OOOOOOOHHHH BEATRITI.
  No. 76641
20201119202401_1.jpg1920x1080366 KB
1920x1080
Capítulo 2 terminado. Meua migo, estou só a pica relatada. Estou bolando teorias a respeito dos acontecimentos, mas fora isso eu estou acreditando na magia. Explicações futuras, não me decepcionem!

Also, esse capítulo teve vibes de Fate/stay Night com as cenas de luta do Kannon e da Shannon, aí depois de um tempo eu percebi que a Beatrice é uma Caster, invocada pelo magus Kinzo. O Noble Phantasm dela são as estacas. Na lore de Fate apenas o primogênito é iniciado na magia, se nós próximos capítulos mostrar que esse é o caso com o Krauss eu vou rir pra caralho. É uma chance pequena, mas isso não significa que seja impossível, depois desse Omake do capítulo 2 com personagens de Touhou e a Jessica vestida de Marisa não duvido mais de nada.
  No. 76647
umineko original.jpg1000x1000289 KB
1000x1000
>>76641
Não consigo gostar desse estilo de arte limpinho. Cade as caras batatudas e os gloriosos dedos de salsicha?
  No. 76652
20201101002410_1.jpg1920x1080337 KB
1920x1080
20201114003926_1.jpg1920x1080285 KB
1920x1080
20201120095027_1.jpg1920x1080429 KB
1920x1080
>>76647
O artstyle original tem muito carisma, olha só essas bochechinhas rechonchudas do Battora, dá até vontade de apertar! Infelizmente na versão que estou jogando não posso usar os sprites originais, só esses refeitos, que são muito bons por sinal. Sinceramente, essa versão que estou jogando, Umineko Project, é uma das VNs mais bem produzidas que já joguei, se não a mais bem produzida. É tudo muito lindo, desde os sprites, BGs até os efeitos de transição das bruxas e das borboletas. E nem se fala da maravilhosa chuva que dá para enxergar através das janelas dos cenários.

Vou ficar na vontade de ter jogado com os sprites originais, quando eu terminar de ler toda a novel eu vou pesquisá-los e apreciá-los um por um. Eu diria que os traços do Ryukishi tem mais alma que os do próprio ZUN. Agora vamos ver se eu consigo fechar Seacats antes do chan cair. Meu plano era jogar em paralelo com Tsukihime, só que estou tão vidrado na história que tive que dropar a donzela da lua momentaneamente.

Agora a versão que tem na Steam me dá vertigem só de ver os traços.
https://store.steampowered.com/app/406550/Umineko_When_They_Cry__Question_Arcs/
  No. 76686
1606113044994.png848x722188 KB
848x722
>>76075
>>76560
O problema de Higurashi é que o Ryukishi começou a escrever só tendo a ideia até o capítulo 3. Foi só no terceiro que ele deixou de escrever de acordo com o que vinha na telha. Dá pra perceber isso porque no Tea Time do Watanagashi ele fala que próximos capítulos teriam Shion (e não têm), e pelo fato de que Meakashi é uma puta bosta do caralho porque foi a primeira tentativa dele de explicar algo, e falhou tanto que a Shion despencou na pesquisa de popularidade.
Tsumihoroboshi é o mais caralhudo dos arcos de Resposta.

Sobre Matsuribayashi, realmente senti a mesma coisa. Mas bem, a ideia inteira do capítulo é de acreditar em milagres, e o capítulo inteiro é como a própria Rika descreve, "como se tivesse apenas rolado 6 em todos os dados". É o universo perfeito onde tudo dá certo, não importa quão impossíveis são, e esse "milagre" de "rolar 6 em todos os dados" é o que ocasiona o verdadeiro milagre do final quando ela para uma fodendo bala. O que cagou o capítulo pra mim foi o fato da Rika ser uma imbecil do caralho APENAS nesse episódio. Tudo bem que ela não lembra que tudo deu certo em Minagoroshi, mas ELA LEMBRA DA PORRA DO TSUMIHOROBOSHI, PRIMEIRA VEZ QUE AS AÇÕES DELAS TIVERAM RESULTADO, E MESMO ASSIM PASSA O CAPÍTULO COM O DEDO NO CU SEM QUERER ACREDITAR. Você acharia que quando ela visse a fodendo Hanyuu que até agora era desistente fodida apoiando ela, ela ia mudar de ideia, mas muito pelo contrário, ela fica com preguiça a porra do episódio inteiro sem querer levantar um dedo pra qualquer coisa.

Mesmo assim, fode sim Ultimate Akasaka. Recomendo você assistir o animu que está passando agora de imediato. Está FORTEMENTE implicado que deu zebra e se passa após a VN. Além disso, veja Saigoroshi. São side-stories que não são exatamente canon, mas servem pra explicar algumas coisas extras.


>>76652
A única sprite boa da versão da steam é a de uma personagem que aparece a partir do Ep 5. E com "boa" quero dizer "tão ruim que é engraçada".
Como sou BAITOLA pelos backgrounds e sprites originais estou usando a versão da steam com o patch de voz apenas. Eu tenho quase certeza que há como patchear as sprites originais no Umineko Project, mas não procurei saber.
  No. 76698
1606212279061.jpg695x1000117 KB
695x1000
>>76686
>Meakashi bad
>Tsumihoroboshi good
Baseado.
> capítulo inteiro é como a própria Rika descreve, "como se tivesse apenas rolado 6 em todos os dados"
Foi um dos detalhes que mais gostei, o capítulo é basicamente a batalha da Rika contra a Takano, quando uma rola um 6 a outra rola 1.
>O que cagou o capítulo pra mim foi o fato da Rika ser uma imbecil do caralho APENAS nesse episódio
Na minha opinião isso até que foi justificado, mas para ler ficou realmente cansativo. O principal dilema da Rika é que, depois de 100 anos, ela já não tem mais forças o suficiente para continuar, o seu estado de espírito está fraco, por isso ela tem medo de acreditar e dar tudo de si e falhar no final. Ela literalmente morre por dentro (sua alma enfraquece) toda vez que suas expectativas são quebradas. Em Minagoroshi a Rika só acreditou depois de rolar vários 6 seguidos, e isso depois de relutar bastante, indo contra a vontade da Hanyuu. Em Matsuribayashi é o contrário, é a Hanyuu que começa a acreditar (não lembro o gatilho para isso, se não me engano é o final do Minagoroshi) enquanto a Rika é indiferente.

>veja Saigoroshi

Estava planejando ler o Higurashi Rei mesmo, parece ser curto e seria um bom ponto pra finalizar a série. Acho que não vou ler os arcos de console, talvez eu leia o resumo dos episódios nas wikis.
>Recomendo você assistir o animu que está passando agora de imediato
Um anão, se eu não me engano do sfc, disse que provavelmente teria uns spoilers de Umineko, aí como sou cagão dropei no primeiro episódio. Also, pesquisando sobre Higurashi Gou acabei descobrindo que o episódio passado adaptou nii-nii como big brudder. E a tradutora é uma fodendo anon do /a/. E-estou perdendo shitposts deliciosos ;_;.

https://twitter.com/katrinaltrnsl8r/status/1332049227027861504
https://twitter.com/katrinaltrnsl8r/status/1332039895649378304
  No. 76701
1312732119856.jpg450x45052 KB
450x450
>>76698
>disse que provavelmente teria uns spoilers de Umineko
Esqueci, mil desculpas. Até agora não há nada muito óbvio fora uma silhueta que provavelmente é uma personagem de Umineko na OP, mas você tem razão.

Estou começando o Ep.6 de Umineko hoje, mas ele eleva Higurashi pra caralho então recomendo do mesmo jeito. A obra inteira para mim era um 7/10, mas vendo Umineko ela é elevada pra 8/10. O que eu quero dizer com isso? Bem, leia Umineko. Não sei se você é o outro anão que quotei, mas se não for, eu diria que vale a pena mesmo se for só pra entender os tipos de carinha de Umineko que postam há anos.
  No. 76702
4th.jpg640x48096 KB
640x480
>>76701
Eu demorei cerca de 2 anos e terminei este ano, e você está levando apenas algumas semanas para completar Umineko?

Also, anão, qual sua teoria para as soluções? Umineko é uma novela policial. Se não for pra ler com os coleguinhas e discutir teorias, perde metade da graça.
  No. 76705
1421887173520.jpg640x43242 KB
640x432
>>76702
>2 anos pra ler Umineko
Mas o que a foda? Eu provavelmente teria terminado mês passado se não estivesse tão ocupado com outras coisas, além de que estou lendo enquanto faço stream com uns amigos e fruta, então não dá pra ler 24/7 como estou acostumado.

De qualquer forma, como referência, ainda estou no "set-up" do sexto jogo.

Não tenho teoria sobre: Quem/o que é Beatrice / O que Battler fez 6 anos atrás / O que está acontecendo com Ange.
Não tem como adivinhar: Que Kinzo já tinha batido as botas / Passado de Beatrice assim como outras informações que só aparecem em próximos jogos, principalmente no tabuleiro da Lambda. Como já tinha lido Higurashi primeiro, já estava acostumado com essa forma de contar estória do Ryukishi, e como respeito ao intuito do autor, só comecei a pensar quando ele deixou. Assim como em Higurashi o capítulo 4 joga tudo de cabeça pra baixo, então dei uma pausa pra pensar antes de continuar.

Além disso, confesso que não tinha interesse na "verdade", apenas em "como humanos podiam fazer isso". Portanto estou a repensar a situação. Ao contrário de Higurashi, que levei spoiler de 70% da obra uma década atrás devido ao anime virar meme, consegui me manter salvo de spoilers de Umineko fora BOMBAS PEQUENAS, então está sendo bem mais divertido.

1) O maior erro do Battler em todos os jogos anteriores é se ater a apenas um suspeito. Assim que o suspeito obtém um álibi ou morre, ele desiste imediatamente. O primeiro jogo pode ser explicado quase inteiramente ao assumir múltiplos suspeitos, assim como no segundo. No terceiro jogo EVA-Beatrice entrega o jogo de mão beijada pro Battler ao afirmar que Nanjo não foi morto por nenhuma armadilha ou acidente, mas homicídio cometido por um humano. Mesmo assim ele nem ao menos para pra pensar em outras possibilidades. No quarto jogo ele descobre o loophole de ter confirmado as mortes mas não o horário em específico, então fica óbvio que uma das pessoas mortas (não Eva) que matou Nanjo, e morreu logo após, de alguma maneira.
2) Se não fosse Knox, seria infinitamente mais fácil resolver (BOMBAS PEQUENAS), mas ironicamente fica mais fácil ainda criar teorias. Assim que você limita as loucuras do Batoré, há como traçar uma história de forma bem mais fácil.
3) Com a introdução da possibilidade de tudo mostrado ser mentira se não houver observador, tem como inferir que vários dos assassinatos ou não aconteceram, ou os adultos contaram de forma completamente diferente. Assim como "Kinzo" só existia enquanto Natsuhi, Krauss, e os empregados mentiam sobre ele. Então já dá pra responder várias das impossibilidades do segundo jogo.
4) Ainda sobre isso, não tenho a mínima ideia do que a foda foi mostrado no quarto jogo com GODMODE Kinzo e seu arsenal de waifus 360 noscoping a família inteira. O texto vermelho de que "Ninguém confundiria Kinzo" é o que está fodendo meu cu nesse tabuleiro, porque senão simplesmente assumiria que Genji ou outra pessoa foi responsável por tudo. Suponho que teria como dizer que nada do que não foi visto pelo Batoré realmente aconteceu, mas é um reaching fodido, e não acho que o Ryukishi é um hack pelas outras obras que li dele.


Dito isso, estou completamente excitado pra continuar o Ep. 6, e principalmente pra ver o que mais irão jogar nessa feijoada de personagens. Featherine AKA Hanyuu (Forma de Alfa) finalmente apareceu, e não está me desapontando. Sei que ainda falta aparecer not!Saber Ushiromiya (que suspeito ser a pessoa de 19 anos atrás, ou pelo menos algo relacionado), Beatrice Blanca, e um homem que parece ser protagonista de Final Fantasy, mas não tenho a menor ideia sobre os últimos dois ou o que vão fazer.
Tem aspectos que não adianta criar teorias sobre, porque são coisas que ele só vai introduzir depois, igual com metade de Higurashi, então foquei mais em "como podiam ter feito isso" até ser revelado que o massacre realmente aconteceu de uma forma real, ou pelo menos em um Fragmento, então agora estou fodendo meu cu tentando entender quais as similaridades, achei que seria do tipo "quem ganhar no tabuleiro decide o que aconteceu com Rokkenjima".
  No. 76706
riddles.jpg640x48050 KB
640x480
>>76705
Eu demorei uns 2 anos porque estava lendo com calma e durante as minhas férias da faculdade. Não sei como é seu ritmo lendo em inglês, mas eu leio já tenho costume de ler devagar em português para prestar atenção à prosa, em inglês, mais ainda.

Não vou falar muito para não estragar tua experiência mas, mesmo quando ele revela a suposta verdade, e até sem ela, dizem que dá para resolver racionalmente os primeiros 4 jogos. Ou pelo menos o jogo nos dá pistas que sim, sendo o primeiro episódio um dos mais fáceis de descobrir o principal suspeito.

E qual seu episódio favorito até aqui? Eu gostei do 1, por ter uma narrativa mais clássica de novela policial. O 2 é legal por ser um contraponto direto ao 1, como uma forma de dizer "Não, você não vai me resolver.", quase dá para ver o Ryukishi pesando a mão nele. O 4 gosto por introduzir a Ange e a história fora da ilha, 12 anos depois. O 5 por causa da Erika, e porque pela primeira vez nessa porra resolvem o enigma do epitáfio, além de problematizarem mais ainda a questão do número dos integrantes na Ilha e aprofundar mais a Natsuhi (que foi uma das minhas personagens favoritas). De todos, o meu preferido mesmo é o 3. É o mais interessante narrativamente e tematicamente, e o primeiro que mostra o outro lado da Beato.
  No. 76713
>>76706
Sim, dizem que dá pra resolver racionalmente, e como falei, se for olhar SÓ com as informações, dá pra resolver supondo terem múltiplos suspeitos. Agora resolver "de verdade", só com informações dos últimos capítulos, aí tenho certeza.
O que eu mais gostei até agora foi o 3 também. Eva é simplesmente uma personagem sensacional, além de toda a trama de North Wind and Sun sendo espetacular. Por sinal, o Ep.3 seria ainda mais difícil porém 2ch reclamou do Ep.2 ser complicado demais, então ele pegou mais leve.
  No. 76747
20201121165952_1.jpg1920x1080294 KB
1920x1080
20201121174258_1.jpg1920x1080437 KB
1920x1080
>>76652
Capítulo 3 terminado (n-nesse ritmo não terminarei antes do fechamento do chan, encontro vocês no próximo fragmentotabuleiro chan). Meua migo, que montanha russa. Eu estou realmente atônito. Como When They Cry evoluiu depois de Higurashi, só neste capítulo sinto que li o equivalente a dois ou três episódios de tanto que a história progrediu. Já estou entendendo como o universo funciona e algumas de suas peculiaridades puta que pariu, é um literal xadrez 4d. A minha principal teoria é que a magia existe e não existe ao mesmo tempo, uma espécie de gato de Schrodinger, o gatilho para sabermos a verdade é o Battler, se ele sucumbir significa que fantasia existe e foi a causa das mortes em Rokkenjima, se ele prevalecer significa que tudo tem uma explicação racional e dessa forma ocorreu. Creio que não seja possível negar totalmente a fantasia. Se a negarmos, qual o significado de toda a batalha entre Battler e Beatrice? Não deveria nem haver um começo. Tenho a impressão de que o Battler que nós acompanhamos é o Battler que desapareceu no final do capítulo 1.

Gostei bastante do arco de redemption da Beatrice, aprendemos mais sobre ela. A batalha estilo Fate foi bem épica. Aparentemente todo o esquema de perder pra Eva Beatrice o poder foi uma jogada forçada pela Virgilia para fazer o Battler acreditar e assinar o contrato na Golden Land. A Beatrice volta a ser maligna nessa hora, mas por um pequeno momento dá para ver receio no seu rosto, por meio dos sprites. E com a introdução da Ange fica tudo mais complicado, Bern a tornou numa witch para salvar a sua família, mas o Battler não acredita e é contra elas. A Eva foi a ganhadora desse jogo, não esperava que soubéssemos a real identidade do culpado (um dos) logo num episódio do Question Arc, ou pior, que a suposta witch era uma humana esse tempo todo. Não faço ideia do motivo das mortes do Hideyoshi e do George. Me pergunto quem era o culpado dos dois primeiros capítulos, visto que não sobreviveu ninguém. A fantasia prevaleceu, provavelmente, então a Beatrice existe.

Esse capítulo introduziu um catatal de personagens do lado da fantasia. Beatrice sendo deredere foi bem fofo. Sempre achei que o Rudolf tinha uma puta cara de vilão, tendo essa cara ou não ele é puro lulz, ganhou alguns pontos comigo. Acho engraçado como o Nanjo quase não tem relevância na história, fico memando ele na minha mente dizendo que ele é o real vilão. Na minha visão o conceito de shitpost não é exclusivo a chans, eles podem até mesmo ocorrer numa história, as irmãs Chiester são um exemplo disso, de tão fora de lugar que essas coelhas são. eu falo isso mas aqueles malditos "Nihi~" da azulzinha atingem meu coração e me deixam fraco. Ronove foi introduzido como uma bait yaoi pra cima do Battler, hue.
  No. 76748
20201130181042_1.jpg1920x1080270 KB
1920x1080
>>76747
>O corpo do texto é longo demais.
E-eita, parece que eu me empolguei. Vou terminar com minhas teorias idiotas.

Minhas teorias idiotas:
Red Truth é um conceito com buracos. Veja você, o conceito de verdade é algo complicado. O principal exemplo que corrobora minhas suspeitas é justamente quando a Red Truth é usada para nos fazer rir, quando a Beatrice diz que Battler é incompetente. Isso é algo muito estranho para se afirmar, qual a definição de incompetência? Battler se encaixaria nela? A real é que a minha concepção (ideia) de algo é diferente da sua, eu posso achar um ato moralmente correto e você não, ou vice versa. Qual seria a verdade nesse caso? Provavelmente de quem fez a afirmação, por isso Battle é taxado de incompetente, porque ele se enquadra nos critérios de incompetência da Beatrice.
A vila mencionada no epitáfio é um dos kanji do nome da Maria. Sweetfish talvez se refira a cada membro da família, com o rio sendo a árvore genealógica. Talvez os nomes inusitados dos familiares tenham algum significado extra.
Cada personagem, ou pelo menos parte deles, tem uma contraparte fantasiosa. Neste episódio temos de certeza Virgila (Kumasawa) e Eva Beatrice. Se o filho da mãe que me deu esse suposto spoiler meses atrás que não saiu da minha cabeça até agora estiver falando a verdade >>65852, temos mais uma pra lista. Suponho que Ronove seja a contraparte de Genji.
Os sumiços da Kumasawa podem ser explicados com ela indo para a mansão do meio do mato para cuidar da "verdadeira Beatrice"
Spoilers de HigurashiEstou com dúvidas a respeito da real identidade da Lambdadelta. Se a Rika virou Bernkastel depois de tudo o que aconteceu, creio que aconteceu a mesma coisa com a Takano Miyo, afinal ela tinha todo aquele papo de virar Deus depois de causar o Great Hinamizawa Disaster, como isso se tornou uma lenda urbana e atraiu a atenção de muitos, toda essa energia talvez a tenha transformado numa espécie de deidade, que seria a witch lá na história. Outra coisa que me faz pensar ser ela é que ao entrar no site do 07th Mod e ver o patch de Matsuribayashi a personagem que aparecia na imagem do episódio era de uma loli MUITO parecida com a Lambdadelta, esse sprite nunca apareceu ingame mas creio que seja o sprite da Miyoko. Fui buscar a imagem no site mas mudaram todo o layout, vou ficar lhes devendo.
Lambdadelta poderia ser a Satoko? É meio exagerado, me baseio nos seus Ohoho e que neste capítulo 3 elas fez um "mugaah", mesmo barulho que a Satoko faz algumas vezes no Higurashi. A voz é claramente diferente, mas acontece a mesma coisa com a Bernkastel.
  No. 76749
>>76747
>>76748
Você ainda tá terminando o 6? Não li tudo do seu texto, mas esquece essa porra. Nada do que você pensa que é vai fazer sentido depois do episódio 7.

A única dica que posso te dar acho que já foi mencionado nos episódios anteriores, que é narrador infiel.
  No. 76750
>>76747
Kek, quando eu li pela primeira vez eu comecei achando que o Gouda seria o culpado, pra daí ele ser um dos primeiros a morrer (lógico que ainda podia ser ele e tal, mas eu só li sem tentar desvendar como você está fazendo).
  No. 76755
>>76749
Não, anãozinho, estou lendo pela primeira vez e acabei de terminar o episódio 3, Banquet of the Golden Witch. O que está no capítulo 6 é outro anão.
>Nada do que você pensa que é vai fazer sentido depois do episódio 7
C-caralho.
>>76750
A morte dele foi até engraçada de tão bizarra, não esperava ver o Gohda se cagando de medo. Também acho o Battler chorando engraçado, não consigo sentir tristeza com aqueles gritos de anime shounen. Agora a cena em que o George chorou nesse episódio 3… a voz dele rachando me doeu no coração.
  No. 76771
>>76755
Não sei qual "sentido" o anão está se referindo, porém o sétimo arco não muda nada, afinal de contas, não tem nada para mudar, o tabuleiro ainda é o mesmo, as regras são as mesmas, o que torna a leitura interessante é quando você se da conta de quem tem que "inverter o tabuleiro" é você mesmo, ou seja, o leitor.

Não que isso seja spoiler ou qualquer coisa parecida, mas eu aproveitei bem mais Umineko seguindo um conselho de um gringo, onde ele dizia que esta obra é basicamente uma dissecação da mente do autor, e você seria o médico com o bisturi em mãos, tentando entender como este cadáver veio parar ali.
  No. 76993
1608102910674.png963x722810 KB
963x722
Olha só que fofo! O avô se vestiu de Papai Noel para receber seus netinhos na reunião em família do Natal. Ele deve amar bastante a sua família!

Feliz Natal, anões. Não se esqueça de ler aquela visual novel que você está adiando, ela pode ser a próxima obra prima que você ainda não conhece.
  No. 76995
gohdatrice.jpg800x21749 KB
800x217
>>76747
Concordo com você totalmente, nihi!

Mas então, sou o anão que estava no 6, e agora terminando o 7 (tendo descoberto quase todos os mistérios após revisitar 1-4 antes de começar o 7), então vou apenas comentar sobre o que não é spoiler.
Primeiramente concordo com o >>76771, a única mudança que ocorre em Umineko é pouco após o Ep4 (ou metade do Ep5, dependendo de quão lento você é, mas parece ser inteligente), quando o foco da história muda. Mas não digo isso de maneira ruim, a mudança de foco é o que leva você a pensar em ainda mais teorias, e até confirma algumas das suas ideias. Introduzem outras ideias e formas de pensar que você talvez não tenha nem considerado ainda, então aconselho (se você já não o fez) a repensar nos episódios com as informações que tens no final de cada um.


>>76748
As duas primeiras teorias aqui tem base. Por sinal, tome no seu cu pela segunda, nem eu tinha pensado nisso até a história entregar de mão beijada. Além disso, deixo uma dica. Pense bastante sobre o Ep3, e depois repense. EVA-Beatrice e Beatrice fazem chacota com o Battler por causa do final, mas a EVA-Beatrice diz uma singela frase sobre o mistério final que, se o Battler tivesse mais de dois neurônios, teria vencido o jogo na hora. Aplique o que você aprendeu lendo Higurashi e dá pra "resolver" o Ep3 em 80%, fácil fácil. Quando ele diz que a dificuldade está igual pra você e pra bruxa, ele não estava brincando. Está realmente entregue na cara mesmo.

Sobre a última, não é bem spoiler, mas vou spoilar por consistência: Não, a Lambdadelta não tem nada a ver com Satoko. Simplesmente o Ryukishi acha a Satoko fofinha (com razão) e "repetiu" os trejeitos dela quando criou a Lambda. Sobre a Miyo, você deve lembrar de Matsuribayashi-hen, quando ela criança está pedindo a "Deus" dar para ela uma chance de sobreviver COM CERTEZA, certo? Pois bem, esse "Deus" que deu a chance dela sobreviver COM CERTEZA foi a Lambda, que se engraçou dela. A razão de tudo dar certo pra Takano e ela sempre COM CERTEZA vencer da Rika até acontecer um milagre são também consequências da magia da Lambda. Agora o que é essa magia? Continue lendo Umineko pra descobrir. Kihihihihihihi!

>>76750
Por favor, anão. Todos nós sabemos que Gohdatrice é e sempre foi real. "Sem comida, não dá pra ver."
  No. 76997
Essa quantidade de VN, além de inúmeros outros VNs e animes sobre slice of life, e ainda tem gente no Japão que se suicida? Depois de jogar Steins;Gate, mesmo tendo visto o anime, é outra experiência totalmente diferente. entrei em no-fap involuntário por 1 mes durante e após ter jogado

Aqui é muito diferente mesmo, passei quase o primário inteiro com só 2-3 garotas na minha sala de aula, em uma escola que só tinha 1 turma de cada ano.

Só um desabafo de um anão mago, em que poderia ter sido feliz se não houvesse tanto macaco aqui, e eu ainda me formei numa Federal pra ficar desempregado.
  No. 76998
Não sou do mundo dos animes mas recentemente assisti um que me identifiquei muito com a história. É o Welcome to N.H.K, disponível no Youtube. Gostaria de ler o mangá, porém não sei onde encontrar a versão em inglês. Alguém pode me indicar algum site para baixar?
  No. 77055
>>76997
Quem não se suicidaria depois de Clannad? Mas falando sério, é uma obra que muda a forma como você olha para a vida, ainda não superei o vazio que a obra me causou.
>passei quase o primário inteiro com só 2-3 garotas na minha sala de aula
Também uso as VNs de certa forma para suprir essa carência que eu tive quando estudante. Animes colegiais me fazem interagir com vários personagens e formar memórias que nunca tive a chance de criar.
>>76998
NHK é light novel, anão. De qualquer forma tente ver se tem no nyaa.
  No. 77061
20201130234532_1.jpg1920x1080344 KB
1920x1080
20201208195102_1.jpg1920x1080301 KB
1920x1080
20201216010557_1.jpg1920x1080340 KB
1920x1080
Capítulo 4. Com a revelação de que existem várias garrafas contando as histórias teorizei que, de alguma forma, todas as garrafas saíram de Rokkenjima, talvez de outras realidades, sendo as cenas que vemos no jogo apenas as interpretações feitas pelos Witch Hunters do que aconteceu na ilha, por isso o foco enorme em magia. A melhor parte desse episódio foi o Kinzo botando o pau na mesa e estourando a cabeça dos primeiros sacrifícios. Caralho, até eu, leitor, fiquei com medo do velho com aqueles olhos arregalados. Talvez ele usou uma de suas armas por baixo do robe. Já fazia nos capítulos anteriores, mas esse capítulo me fez começar a shippar (perdoem-me pela falta de um melhor termo de vez Battler e Beatrice. É interessante notar que esse capítulo nos mostra que não só magia pode ter uma interpretação racional, mas como aquilo que é racional pode ser interpretado como magia, demonstrado nas lutas da Jessica e do George onde suas determinações viram barreiras. Kanon e Shanon têm consciência de que este não é o primeiro jogo, não tenho ideia o porquê.

Achei bastante interessante o foco dado na Ange neste capítulo, trazendo uma visão além de Rokkenjima, mostrando as consequências após a tragédia fode sim, Okonogi. Sobre o que aconteceu na revisitação na ilha, as estacas que mataram os capangas foi basicamente o Amakusa snipando cada um ???? do capítulo 6 praticamente confirmou minhas suspeitas, ainda mais quando falaram novamente da bolsa de golfe dele. Olhem só essa segunda imagem, olhem essa senhorita totalmente quebrada por dentro e que não demonstra emoções ficando feliz com a chance de ver sua única amiga no mundo inteiro. Seu rosto feliz, a viradinha que ela dá, a entonação na sua voz. O gap! O moe!!!! Meu coração!! Beato bêbada foi engraçado. A parte final do capítulo com o Battler tentando resolver o último enigma foi sensacional, e nem se fala da última batalha dos dois. Os Question Arcs não poderiam ter terminado de uma melhor forma.

O capítulo 5 finalmente nos mostra como a game board e as pieces funcionam de uma maneira geral. Fiquei completamente indiferente com a Erika, apesar dela parecer ser popular por eu sempre ver um catatal de reactions dela por aí. A filha da mãe ainda me deu um provável spoiler de And Then There Were None. O meu desgosto só aumentou quando ela acusou a Natsuhi de dormir com o Kinzo. Falando no velho, é interessante a jogada feita pela Lambda para provar que o Kinzo estava na study, apesar dele estar morto. Por mim, sim, o velho existe e a magia existe, basta você acreditar, ter amor que irá enxergar; racionalmente podemos enxergar isso como uma espécie de ilusão coletiva de todos que acreditam no velho. Isso não impede, no entanto, a interpretação dele estando morto o tempo inteiro e todos estarem fingindo a sua existência, como quando usam uma Red Truth e a Natsuhi se vê sozinha no jardim.

Meua migo, a Tea Party onde eles conversam sobre mistério foi simplesmente KINO. Não tenho nem palavras. Escritores esperam uma leitores para escreverem, e os leitores esperam os escritores. Umineko é uma obra com o objetivo de destrinchar o gênero do mistério, uma completa desconstrução. No final quando o Batora estava encurralado de alguma forma eu previ que ele iria usar Golden, e ele usou. Essas coisas eu acerto, mas os mistérios… No final, ele acha a verdade.

O capítulo 6 teve o meu recorde de screenshots, 140; limpando, acho que vai ficar com umas 130~120. Começou meio lento, mas foi melhorando. Os servos do Battler são o Genji e a Kumasawa ao invés de Ronove e Virgilia, hm… pensei nisso agora, e se eu colocasse Genji e Kumasawa no lugar das cenas onde aparecem suas contrapartes? Os dois morrem no capítulo 4, mas suas contrapartes aparecem com o Kinzo… preciso pensar. Puta merda, como eu odeio Zepar e Furufuru. Achei uma das melhores histórias até agora, uma história sobre plotholes. Com a introdução de Hachijo Tohya tá na cara que Umineko é uma metahistória, ou uma história sobre histórias e como são feitas. Hachijo é basicamente o Ryukishi, escrevendo com o intuito que nós, leitores, pensemos e resolvamos os mistérios. A Erika começou a crescer no meu coração, agora eu tenho vontade de abraçá-la e não largar; porra, Battler se deu bem com um casamento. A absoluta loucadetetive matou todo mundo para ter certeza de suas mortes, hue. Achei a história de fazerem movimentos retroativos bastante estranha, principalmente com o Battler não tendo visão de que todos os 5 já estavam mortos. Vi uma teoria de que isso foi tudo uma jogada de xadrez 4d do Battler para reviver a antiga Beatrice, tenho que pensar mais sobre isso. Falando em xadrez, o "jogo que muito se assemelhava a xadrez" agora é basicamente xadrez. Como dito desde o capítulo 2, o único elemento é o amor. A cada capítulo vejo que Ryukishi realmente sabe o que é amor, escrevendo majestosamente sobre esse sentimento irracional. Será que ele é casado? Preciso ver isso depois.
  No. 77062
20201209153608_1.jpg1920x1080333 KB
1920x1080
20201208111836_1.jpg1920x1080253 KB
1920x1080
20201221234536_1.jpg1920x1080312 KB
1920x1080
20201227115255_1.jpg1920x1080324 KB
1920x1080
>>77061
O mistério dessa vez foi bastante interessante. Não se pode levar a sério uma história com furos no enredo, isso equivale a uma derrota automática a não ser que você faça fazer sentido. Como já suspeitava, todas as verdades coexistem ao mesmo tempo, Red Truth equivale ao ato de abrir a caixa e ver o resultado. O conto é escrito "on-the-fly" dessa forma pelo lado das witches. Não tenho ideias sobre quais foram os infernos por onde passaram Bern e Lambda. Sou brainlet, não sei como o Kanon foi parar para fora do quarto, mas vi teorias de que Shanon=Kanon e até mesmo =Beatrice, mas eu pelo menos acho que entendi como a Erika foi enganada: é um triângulo com vértices ABC, se ela investiga A, Kanon está ou em B ou em C, ou melhor, nos dois ao mesmo tempo. Mas como o Game Master escreve o conto on-the-fly, quando Erika investiga, Kanon "desaparece", como se ele estivesse em C o tempo todo. Em suma, é um círculo onde Kanon milagrosamente sempre escapa para o lugar onde a detetive não investiga. Isso seria lazy writing ou coisa do tipo em qualquer mistério convencional de tão irreal que é, mas este é o jogo das witches, é uma jogada totalmente válida. Eu ficaria feliz com o casamento do final do capítulo se fosse a mesma Beato de antes, mas é uma outra, a mesma do começo do capítulo, que reteve os traços mais femininos. E eram só 17 nesse jogo, isso significa que agora foi Kanon que matou os 5? Foda-se isso, COM QUEM DIABOS O BATORA CONVERSOU QUANDO PEQUENO? AAAAAAH. Sobre quem é Beatrice, ainda estou tentando entender. É a mistura do demônio de Akujikijima que pregava peças na ilha e do ser criado pelas Regras durante os dois dias da reunião em família; deve estar faltando algo a mais.

>>76995
Não posso parar de pensar! Milagres! Acreditar! WOOOOOOOOOOOOOAAAAAHH.
>>76750
>ele não conhece Nanjotrice
*cackles*

Teorias ainda mais idiotas.
A real é que o Ryukishiverso é um show de tv. Em Higurashi, All-Cast Review Sessions e a Mion falando com a câmera em Minagoroshi. Erika falando com os telespectadores assistindo pela televisão em Dawn of the Golden Witch. Atores e atrizes fazendo outros papeis, dentre eles a atriz da Satoko/Miyoko fazendo Lambdadelta. Li que personagens de Rose Gun Days aparecem em alguma outra obra. Alguns personagens de Higurashi aparecem em Ciconia (não tenho certeza se são personagens iguais ou diferentes).
Li alguém falando que Erika era um self insert Mary Sue da Bern. Pensei um pouco além e cheguei na conclusão de que witches voyager, aquelas que visitam de fragmento em fragmento, são uma alegoria aos leitores, sendo o tédio tempo livre. Elas são impiedosas pois, como nós, elas estão apenas lendo histórias, então não precisam levar as vidas que estão lá dentro tão a sério. Não há motivos de não haver brutalidade para nos entreter se não ouver nenhum dano real aos que estão lá. Talvez creators são os escritores que deliveram mestrepeças.
Bernkastel e Lambdadelta transam 100% de certeza.

Eita porra, escrevi paredes de texto. Esse é o poder do autismo proporcionado por essa obra. Quando eu terminar os próximos dois capítulos relatarei no próximo chan.
  No. 77065
XD EVA.jpg640x48017 KB
640x480
Caralho, abri a thread na hora certa para ver as paredes do anão!

>>77061
> Fiquei completamente indiferente com a Erika, apesar dela parecer ser popular por eu sempre ver um catatal de reactions dela por aí.
São por causa do Episódio 6. Ela é uma grande filha da puta no 5 mas só solta a franga no 6 mesmo. Não consegui parar de pensar no DAMEEEEEEEEEEE WEHWEHWEHWEHWEEEEEEEEEHHHHHHH!!! Uma vilã perfeita, do tipo que você ama odiar.

>Puta merda, como eu odeio Zepar e Furufuru.

Você não tem amor no coração!

>Como dito desde o capítulo 2, o único elemento é o amor. A cada capítulo vejo que Ryukishi realmente sabe o que é amor, escrevendo majestosamente sobre esse sentimento irracional.

Trivia legal: Quando anões do 2ch reclamaram sobre as Question arcs o próprio Ryukishi postou falando que quem nunca amou não consegue entender Umineko. Mas que loucohomem filho da mais alta meretriz, chamou os japas de jorges virgens mesmo.

>>77062
Outra trivia: Uma das teorias predominantes na época era que a corrente no quarto do Battler ficou longa demais após Erika re-selar com fita adesiva, permitindo que ele se espremesse pela brecha. Claro que não é essa a resolução, mas o Ryukishi achou bastante engraçada.

>Sobre quem é Beatrice, ainda estou tentando entender.

Vou te dar umas dicas. Repetidas do que falei no >>76995 mesmo. Primeiramente, aconselho imensamente você tentar descobrir por si só antes de ler o Ep7, porque ele apenas vai confirmar ou negar suas teorias.

Pense nas Red Truths do 4º jogo, e veja as diferenças do 5º jogo (que foi feito "sem amor").
Coloque as peças e pense no final do 6º jogo, feito pelo Batora que "entendeu a história", que ele entrega metade dos mistérios de graça.
Se achar que descobriu a mutreta, repense no primeiro episódio e veja se bate ou não. Repita isso para o quarto, com o Kinzo Dourado (Forma de Rambo). Pode repetir para os outros também, mas como o Ep4 é completamente insano, se sua teoria fechar certinho, então parabéns, você ganhou.
Also, Bern e Lambda indo atrás uma da outra por séculos só pra transar novamente é algo hilário, e canon sim.
  No. 77068
banana dog haha 2.jpg443x38625 KB
443x386
>>77065
>reclamaram sobre as Question arcs
Correção, sobre as Answer arcs.

Voltei para responder o >>77061 sobre
>Caralho, até eu, leitor, fiquei com medo do velho com aqueles olhos arregalados. Talvez ele usou uma de suas armas por baixo do robe.
Você lembra o nome da marca das armas que o Kinzo tinha, anão? Kihihihi.
  No. 77071
20201217131134_1.jpg1920x1080276 KB
1920x1080
20201219210734_1.jpg1920x1080352 KB
1920x1080
>>77065
>DAMEEEEEEEEEEE WEHWEHWEHWEHWEEEEEEEEEHHHHHH
Hue, isso e os death/desu da Dlanor acabam comigo. Adoro a cara de enfezada dessa detetivezinha cheia de si.
>Uma das teorias predominantes na época era que a corrente no quarto do Battler ficou longa demais após Erika re-selar com fita adesiva
Kek, mas nem fodendo. Acompanhar o lançamento de Umineko na época deve ter sido puro lulz com a quantidade de teoria tourobosta desse nível.
>Sobre quem é Beatrice
Vou tomar vergonha na cara e passar a noite revisitando os capítulos anteriores. Ficarei louco se for algo óbvio que estou desprezando inconscientemente. Vou pensar para caralho.
>>77068
>Você lembra o nome da marca das armas que o Kinzo tinha, anão? Kihihihi.
N-não, mas as armas do Ourives eram uma espécie de cano serrado, não? Vou rever as tips dos primeiros capítulos e rever os detalhes da arma.


Já agradeço a todos os anões que Uminekaram comigo e entre si, foi bastante divertido, de verdade. Vou ficar pelo fio até o chan morrer. Desde já, <See you again, have a nice day>.

>>77062
>quando Erika investiga B, Kanon
Fixado.
  No. 77075
1264531822311.jpg400x48847 KB
400x488
>>77071
>Kek, mas nem fodendo.
M-mas eu também pensei a mesma coisa. Battler se escondeu esperando Erika observar o chuveiro, e aí se espremeu pela porta enquanto ela tentava desligar. Imagine minha felicidade de saber na entrevista que o Ryukishi achou a teoria mais engraçada, e disse algo do tipo "é perfeitamente válido, porque enquanto escrevi nem cogitei nessa possibilidade, então não escrevi nada que negasse ter sido isso o que aconteceu". Considero isso como vitória da minha Blue Truth

>Ficarei louco se for algo óbvio que estou desprezando inconscientemente.

Ep6 já entregou direto quando Battler fala que só haviam 16 pessoas em Rokkenjima, sem a Erika. Só pensar sobre os flashbacks do final. Um dos episódios anteriores dita a identidade dela pra você inteirinha, e mesmo assim passa despercebido.
Ryukishi é o mestre de esconder informação debaixo do seu nariz.

Outra trivia: Na mesma entrevista, Ryukishi comenta ter cagado tijolos porque algumas pessoas descobriram o motivo no primeiro episódio, pensando "que merda, peguei leve demais", por isso caprichou mais um pouco na dificuldade do segundo. É uma fodendo frase apenas, e também passa despercebido 100%.
Recomendo utilizar algo como um bloco de notas pra ir escrevendo teorias e inconsistências/constantes pra depois ir unindo elas.

Nem sabia que o chan ia morrer, apenas voltei para o /an/ alguns meses atrás por saudade, visto que Higurashi voltou. Também vou ficar neste fio, visto que estou terminando o Ep8 esta semana e mesmo sabendo a verdade, estou sendo sufocado pelas mãos de salsicha do Ryukishi, e quero muito ver a sua reação quando descobrir a verdade de Rokkenjima.
  No. 77078
66715.jpg400x39942 KB
400x399
hello brazilian anons

ERIKANTRICE THEORY
Erikantrice is the real solution of Umineko
George and kanon are the culprits in all the games.
Game 5th and 6th are explained with ERIKA=KANON this is why she didnt saw nothing in the closet.
READ THE MANIFESTO:https://pastebin.com/XVrRMWqS
https://erikce.booru.org/
  No. 77080
>>77078
Esse é o problema de Umineko. O autor deu uma solução "oficial" na VN, mas ninguém chegou nela até hoje. Não é o tipo de mistério em que não há solução; tem solução, mas as formas de explicá-la são infinitas, nunca há um consenso. É teoria pra cá, teoria pra lá. Pra quem já leu tudo, é perca de tempo ficar lendo as teorias dos anões, já que no mais das vezes eles são uma cabeça pensando sobre algo que várias já pensaram e é inevitável que estarão errados. No fim do dia tudo se resume a memes com os personagens.

É menos um whodunnit que um howdunnit.
  No. 77083
1608838235327.jpg625x72069 KB
625x720
>>77075
Desconsidero qualquer problema na corrente porque a Erika não é incompetente e jamais deixaria algo desse tipo passar, eu particularmente imagino que ela até tenha diminuído um pouco o tamanho da corrente, só por garantia. Além disso, o Ryukishi não é um hack para dar uma solução anticlimática assim. Mas claro que não deixa de ser válido, hue.
>>77078
Até aqui? I will definitely read your fabled theory when I finish up everything, anon.
>>77080
>É menos um whodunnit que um howdunnit
Interessante. Isso é evidenciado pelo próprio lado dos humanos tentando desvendar os mistérios. O importante acima de tudo é que eles sejam resolvíveis e que seja provado que magia não existe, independentemente de quem seja o culpado e qual seja o seu motivo.

Also, eu quero enfiar Answer e Happy Maria no meu cu.
https://youtu.be/szNUd-oj2dE
https://youtu.be/utPpd8q-xpM
  No. 77097
406550_20201231012957_1.png1280x960563 KB
1280x960
406550_20201231013101_1.png1280x960650 KB
1280x960
>>77080
O autor deu a solução completa no mangá, porque os anões do 2ch reclamaram que ele não explicou tudo mastigado para eles. Ler as teorias dos anões é divertido igual como a Beato se divertiu vendo Battler mentir pelo cu falando de bombinhas e o caralho a quatro.

Por sinal, decidi revisitar os capítulos anteriores da VN e não pelo mangá visto que tomei vergonha na cara e comprei o jogo, incrédulo como entregam algumas coisas na cara. Pena que eu sou burro demais pra entender de primeira e não tirei screenshots para facilitar minha vida. Mas agora entendi como que os anões 2chaneses sacaram tão rápido.
  No. 77113
OP aqui, vou migrar essa thread pro /jp/ do 1500 aos poucos até dia 15. Aos que procurarem algum lugar pra discutir, lá será um ótimo lugar.

Sage por irrelevância.
  No. 77135
1608844754073.png188x14937 KB
188x149
Não… Não pode ser… A Beato é… O que a foda…
Volto para relatar quando terminar o último episódio, preciso por os meus pensamentos em ordem.
Stage 1: denial
  No. 77284
1610428295154.png768x768707 KB
768x768
Masterpiece.
  No. 77285
Seriosamente que os anões estão jogando Umineko com esse traço horrível do Ryukishi07 ao invés do remake de PS3?
  No. 77289
20210102223848_1.jpg1920x1080238 KB
1920x1080
20210101102647_1.jpg1920x1080332 KB
1920x1080
20210104010057_1.jpg1920x108068 KB
1920x1080
20210105162400_1.jpg1920x1080319 KB
1920x1080
20201230131604_1.jpg1920x1080348 KB
1920x1080
Mas que ride, anões, mas que ride no navio do Kawabata. São tantos sentimentos que eu nem ao menos sei o que escrever. Umineko é aquele tipo de obra que você só consegue aproveitar ao máximo se você já possui bagagem, se você já viu várias histórias anteriormente. Como um aspirante a autor, essa obra me tocou profundamente. Ryukishi sabe muito bem o que está fazendo, desde a ending secreta de Higurashi eu já sabia de suas intenções. E parabéns a ele, me interessei de certa forma pelo gênero do mistério.

O real mistério é saber o porquê dos memes de Umineko serem mais engraçados que o comum. Deve ser porque depois de inúmeras horas você acaba se apegando fortemente a todos os personagens, até eu que comecei desgostando da Erika passei a gostar dela. Aqui uma trivia que percebi com o tempo: eagles comem seagulls e seagulls comem butterflies. Estou indignado pois descobri que na versão que joguei (Umineko Project) não tinha a abertura com a música original, que é completamente kino. Eu não ironicamente devo ter visto as primeiras aberturas mais de 100 vezes em uma semana, quem sabe até mais, a música é assim tão boa. https://youtu.be/Ya2bL5UgQCM

Capítulo 7. Começo dizendo como eu sou burro. Como diabos eu nunca linkei o hábito da Gaap de pregar peças com a lenda dos demônios de Akujikijima? Ronove e Virgilia foram um bom mislead com todo o papo de serem vessels. AEHOOOOOOOO KINZO. O velho comeu a filha! Mas, falando sério, Kinzo se tornou um dos meus personagens preferidos desde sempre. As obras japonesas no estilo anime sempre enfatizam as crianças e os jovens, é bom ver uma obra que também se importa e dá certa importância aos mais velhos, eles têm o potencial de serem personagens interessantíssimos. Eu estava em negacionismo, mas no decorrer deste capítulo tive que aceitar a real identidade da Beatrice. Na realidade, fiquei feliz por ela ser um ser separado (dependendo do contexto) de Yasu, sendo ela a manifestação de todo o amor ao Battler, imposto na Clair. Com o alto grau de subjetividade da obra estou ainda com dúvidas em certos aspectos. Kanon e Shannon realmente existiram? A promessa do Battler praticamente nos confirma que Yasu é do gênero feminino. JESSICA LÉSBICA SEM SABER YESSSSSSS.

Lucifer empregada uma fofa! Melhor estaca! É interessante notar que Yasu tornou todas aquelas que a maltratava em furniture como retribuição. Acho muito engraçado como grande parte dos personagens são todos fãs de mistério e isso é o que une a história. Eu estava brincando quando disse que Beatrice era uma Caster, capítulos depois aparece uma menina que é a cara da Rin Tohsaka e se joga de um prédio que nem ela. Por fim, aparece uma criatura que é a cara da Seiba, voz parecida, tem nome que remete à personagem e ainda por cima dropa a frase da screenshot acima. Meu autismo… E eu também estava brincando quando disse que Rudolf tinha cara de vilão. Não consigo aceitar Battler Family Culprit Theory, o cinismo da Kirie é tão fora de lugar que não dá pra levar a sério, principalmente quando levamos em consideração a luta dela contra Leviathan no capítulo 3, onde toda a sua força vinha do ódio que ela nutria da Asumu e da vontade de fazer a nova família dar certo. Mas, novamente eu não sei o que levar a sério e o que não levar, Rokkenjima é uma completa cat box onde tudo pode acontecer. Eu até mesmo não sei se fomos apresentados as caracterizações corretas dos personagens, o Game Master pode ter um viés ao montar o conto e usá-los como bem entender. Eu tinha certeza que o epitáfio era irresolvível para os não falantes de japonês, tinha até leitura chinesa de kanji.

E pensar que quando jogava o primeiro capítulo eu pensava que lidaríamos com dimensões paralelas, algo como uma dimensão espelhada, onde seres da fantasia visitavam a realidade e vice versa. Na época pensei isso por causa que das primeiras esquisitices da Maria foi ela falando do desaparecimento do "arco de templo japonês" (torii) e da flor do jardim.

>>76705
>homem que parece ser protagonista de Final Fantasy
Pior que no quadro ele tem cabelo preto, ficando muito parecido com o protagonista do XI.
https://www.novacrystallis.com/wp-content/uploads/2016/04/header.png
>>77285
Sem amor não dá pra ver.
>>77068
>Você lembra o nome da marca das armas que o Kinzo tinha, anão? Kihihihi.
PUTA QUE PARIU EU SOU MUITO BURRO. Eu sabia que o nome delas soava estranho, mas acabei cedendo porque achava que era a pronúncia japonesa.
  No. 77290
20210110011539_1.jpg1920x1080351 KB
1920x1080
20210110002536_1.jpg1920x1080429 KB
1920x1080
20210109190901_1.jpg1920x1080389 KB
1920x1080
20210112224451_1.jpg1920x1080343 KB
1920x1080
20210112091603_1.jpg1920x1080342 KB
1920x1080
Capítulo 8. Eu estava brincando quando disse que o Kinzo amava os seus netinhos, na caracterização do Battler ele realmente se importa com a família, completamente bizarro. Eva falar da Miyoko foi irônico (mesma VA e mesma voz, minha nossa, só faltava eu enxergar o rosto Takano na Eva quando joguei o primeiro capítulo). Preciso revisitar e ver o que acontece se acertar ou errar todos os puzzles.

Eu nunca tinha visto uma obra tão meta assim. Os goats devorando a game board são praticamente todos nós e nossas mais diversas teorias. Qual será a real verdade de Rokkenjima? Não é como se isso realmente importasse a essa altura do campeonato, por mais que te digam que aconteceu X você apenas tomará isso como uma possibilidade, e não como verdade. Você pode até mesmo desconsiderar uma Red Truth caso você discorde totalmente dela, talvez seja daí que sai a Gold Truth, creio que seja a verdade interior de cada um. O final foi ambíguo, a Beatrice pode ter sido só uma ilusão ou pode ter existido, isso parta da sua interpretação, da sua verdade. O final foi bem bonito e trágico.

Bern, nunca fui com a sua cara. Lambda. nunca te critiquei. Quero enfiar Soar no meu cu https://www.youtube.com/watch?v=4ofbbBOn_8E. Tenho uma teoria de que a autoria de Umineko no Naku Koro ni é da Featherine (que pode ser o próprio Ryukishi) e tudo que acontece no Meta Plane é nada mais nada menos que uma game board dos seres da dimensão acima, com Bern e Lambda sendo peças e Featherine uma das jogadoras. A teoria está em estágio embrionário, preciso reler certas cenas.

É, parece que vou ter que adiar Tsukihime de novo, preciso jogar Ciconia. Pelo disclaimer já prevejo que vai ser uma salada filosófica, com deuses, livre arbítrio, valorização da vida e afins. Cigarras são onipresentes em Higurashi, gaivotas aparecem depois na calmaria, cegonhas estão estintas? Mas quando elas aparecerem, certamente irão trazer as pessoas do novo amanhã. Do que eu estou falando, ainda nem li essa porra…

Quem diria, consegui terminar antes do chan cair. Eu declaro o 55chan como uma caixa de gato, todos os seus contos deste lugar são possíveis.
A real é que o Krauss aprendeu a investir no Sebrae.
  No. 77292
>Bern, nunca fui com a sua cara.
Plebeu.
  No. 77301
>>77289
Você não prestou atenção mesmo? Yasu é o homem de 19 anos atrás da história da Natsuhi, não lembro em qual capítulo. Filho da Beatrice com o Kinzo, mas aí a Natsuhi jogou a criança do penhasco que fornicou os genitais. Genji e Kumasawa decidiram tratar como menina depois disso.

Por isso que ela criou duas personas, a Shannon e Kanon.
  No. 77306
>>77301
Eu realmente não me recordo de falarem dos genitais terem sido danificados, dei uma pesquisada e isso aparentemente é coisa do mangá, tanto é que a própria VN faz questão de deixar ambíguo o gênero de Yasu. Além disso, não faz sentido o Genji ter tido a ideia de tornar Yasu num servo, isso veio da necessidade de previnir uma outra tragédia do Kinzo, era melhor deixar o velho pensar que o bebê estivesse morto.
  No. 77307
>>77306
Não é bem coisa do manga, é implícito na VN também, quando ela fala de "um corpo que não pode amar".

No caso do Genji tem uma razão do por que ele trouxe ela pra trabalhar, mas eu não lembro agora.
  No. 77318
1268238865726.png640x480374 KB
640x480
Já chega de tanto cagar as spoiler tags, meu deus.

>>77306
Bem fácil e bem na cara, anão.
No 5º jogo fica claro a existência do homem de 19 anos atrás ser a Shannon. A Natsuhi mesmo fala que apenas contou sobre sua estação preferida pra ela, mas você pode achar que Shannon está ajudando alguém de fora da casa, porque já foi confirmado que não existem outras pessoas na ilha e que a existência da Erika não afeta a história.
No 6º jogo eles falam abertamente que Shannon e Kanon são duas metades da mesma pessoa, e que só podem se tornar uma pessoa completa se abandonar um dos lados. Tem vários outros diálogos suspeitos sobre os dois também, por isso que pedi pra você voltar e reler os jogos atrás. No finalzinho do jogo eles entregam também que Beatrice é invenção da Shannon porque o Battler falou que gostava de mulher daquele tipo. Quando eles eliminam uma pessoa da ilha no final, é o que "fecha" que Shannon=Kanon=Beatrice. O que também fecha que Sayo usa peitos falsos como Shannon HUE. Por isso o Battle no Ep1 fala "eita porra tá tetuda mesmo" ou algo do tipo.
No 7º jogo a introdução de Lion Ushiromiya propriamente dito, assim como Shannon=Kanon não podendo estar no mesmo lugar, junto com todas as falas questionando o gênero de Lion, fecha por completo Lion=Shannon=Kanon=Beatrice=HOMEM. Nessa hora você também percebe porque que a Shannon pediu quarto separado do George, e porque ela ficou sem jeito quando ele disse que queria engravidar ela umas 400 vezes.
Sobre tornar Yasu servo, a ideia foi de torcer que ele visse a criança como sendo quem ela é quando crescesse, mas aí claro que deu merda e acabaram deixando rolar ao invés de apresentar pra ele. Uma ideia realmente meio merda, mas não tem muito o que fazer, ninguém da família é inteligente.

>>77290
Eu vou tentar terminar Tsukihime esse ano, vou deixar Ciconia pra depois. Eu droppei o Tsuki na metade porque odeio a vagabunda da Ciel.
E por sinal, Gold Truth é a verdade concordada pelas partes. Por isso que pode ser mais forte que a Red Truth, se existem 5 observadores e os 5 concordam em mentir, o que realmente aconteceu não pode ser desprovado. Ou algo do tipo, nihi!
  No. 77319
tumblr_1f0100953137abe6feb….jpg683x683101 KB
683x683

>>77135

EM TODO MASSACRE EXISTE

UMA FALTA DE PERCEPÇÃO

ALGUMA COISA ACONTECE

QUE NÃO DÁ PRA EXPLICAR

COMO AQUILO FOI ACONTECER

TODO MASSACRE É ESQUISITO

POR ALGUMA FALTA DE IMAGINAÇÃO

SÓ PORQUE O BATTLER SE ESPANTA

COM A REALIDADE

SE AMARRANDO EM QUALQUER FICÇÃO


A BEATO É SAYO DE FOLGA

A BEATO É SAYO

A BEATO É SAYO DANDO VOLTA

NO IMAGINÁRIO DE TODA CIVILIZAÇÃO

  No. 77497
20150514181710[1].jpg800x600325 KB
800x600

Terminei essa mestrepeça. Alguém aqui pra me explicar sobre algumas dúvidas que eu tive? Foi muito profundo pra mim.

  No. 77508
92367.jpg850x1199194 KB
850x1199

>>77497

Quais são as suas dúvidas?

Eu queria que a Zakuro e Kimika fossem boas personagens, odeio a Hasaki, apesar da H-Scene com ela ser uma delícia.

Mas mesmo essa história tendo um sério problema com personagens unidimensionais sem desenvolvimento, ela ainda tem um lugar especial no meu coração

  No. 77513

>>77508

Quem é a Otonashi Ayane afinal de contas? Todo esse negócio que aconteceu foi sonho de alguém? Que porra é aquela cena no começo onde a Yuki, Zakuro e as gêmeas ficam num slice of life? E aquele trêm no espaço?


Não me julgue, sou burrão mesmo mas gostei da história.

  No. 77515
ClipboardImage.png532x898587 KB
532x898

>>77513

>Quem é a Otonashi Ayane afinal de contas?

Não existe nenhuma resposta conclusiva a respeito disso, apenas teorias.

>Todo esse negócio que aconteceu foi sonho de alguém?

Não, apenas Down the Rabbit Hole é um sonho da Yuki.

>Que porra é aquela cena no começo onde a Yuki, Zakuro e as gêmeas ficam num slice of life? E aquele trêm no espaço?

Como eu disse acima, tudo no primeiro capítulo é um sonho da Yuki.



Pode fazer mais perguntas caso você queria, anão.

  No. 77516

>>77515

Ah, um adendo.

Em Tsui no Sora remake, existe uma resposta conclusiva sobre o que a Ayana é, mas eu não li ainda porque não sei moonrunes.

  No. 77517

>>77515

Então qual é o sentido daquele sonho? A Zakuro disse que ela caiu em cima da Yuki e quando ela acordar, tudo vai acabar.


>>77516

Entendi. Quando terminar os que estou lendo agora eu tento dar uma olhada.

  No. 77518
77.png1360x768986 KB
1360x768

>>77517

A Yuki entra em coma depois que a Zakuro cai nela, por isso aquele quarto de hospital na spirit room.

  No. 77520
天ノ少女_GmftjWwSqA.jpg1920x1080257 KB
1920x1080

>>77518

Mas como isso aconteceu se a Zakuro morreu de outra forma pulando com as duas amigas? A Yuki claramente não estava lá já que Yuki = Takuji que apareceu depois pra pegar o celular. Desculpe se parecer que estou fazendo a mesma pergunta. Estou tentando entender.


>>77519

Senren Banka. Precisei injetar moe da YuzuSoft na veia depois de ter feito uma maratona de VN tristão (A trilogia de Kara no Shoujo, Sayonara wo oshiete e SubaHibi.)

  No. 77521
2df375344afcc4b4ac2e3f1c89….jpg2683x30352.1 MB
2683x3035

>>77520

Não sei, anão, me desculpe.

>Precisei injetar moe da YuzuSoft na veia depois de ter feito uma maratona de VN tristão

Irei dar uma checada em Riddle Joker depois que eu ler os spin-offs de Muv-Livm

  No. 77522
画像_2021-03-26_103300.png1920x10802.4 MB
1920x1080

>>77521

Riddle Joker foi a primeira VN da Yuzusoft que joguei. Gostei bastante. Nanami melhor garota.

Depois que terminar senren banka vou ler DracuRiot.

  No. 77523
yyu.gif500x500566 KB
500x500

>>77522

Eu cheguei a tentar ler AoKana depois de Muv-Luv Alternative ter deixado um gosto amargo na minha boca, mas romances com drama não funcionam comigo.

Um amigo meu deu uma boa nota para Sanoba Witch no VNDB, você já chegou a ler essa VN? Se sim, o que você acha dela? Quero um moege com garotas fofas e muitas piadas com oppai.

  No. 77524
1431325828810.jpg512x38429 KB
512x384

>>77523

Esse aí não li ainda, mas pretendo também. Yuzusoft só cheguei a ler Café Stella e Riddle Joker por enquanto. Sou novo no mundo dos VN. Descobri essa maravilha ano passado. Quer dizer, eu já sabia fazia anos, mas achava que era jogo pra punheteiro bater uma bronha de vez em quando.